atasehir escort maltepe escort pendik escort maltepe escort alanya escort antalya escort konya escort tuzla escort kartal escort atasehir escort maltepe escort pendik escort maltepe escort alanya escort antalya escort konya escort tuzla escort kartal escort Conferência de Investidores Mobiliza Recursos para o Plano Nacional de Investimentos do Sector Agrário 2013-2017
otobüs bileti zengin dul bayanlar zengin jigolo eskisehir escort Escort Antalya ankara escort ankara escort jigolo sitesi
Conferência de Investidores Mobiliza Recursos para o Plano Nacional de Investimentos do Sector Agrário 2013-2017 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

pnisa grupo fotoO Ministério da Agricultura realizou no dia 12 de Abril de 2013, em Maputo, a Conferência de Investidores para a apresentação do Plano Nacional de Investidores do Sector Agrário (PNISA), com vista à mobilização de recursos financeiros para a sua implementação.

 

A Conferência decorreu sob a orientação de Sua Excelência Armando Emílio Guebuza, Presidente da República de Moçambique e participaram cerca de 250 convidados entre membros do Governo, parceiros de cooperação e dedsenvolvimento, representantes de Organizações Internacionais, quadros do Ministério da Agricultura, de outros ministérios, convidados da sociedade civil, do sector privado e de outros sectores de actividade.

 

pnisa prSua Excelência, Armando Emílio Guebuza, Presidente da República de Moçambique, discursando no lançamento oficial do Programa Nacional de Investimento do Sector Público, destacou o compromisso estabelecido e na mobilização de financiamentos para a realização do plano, que resultou de um longo processo de debate e aprofundamento de relação e intra-relação para tornar a Revolução Verde em todas as dimensões uma realidade no país.

 

Segundo o Presidente da República, a Revolução Verde têm como meta, induzir a transformação da agricultura de subsistência para a agricultura comercial através das acções, tais como, a aplicação de tecnologias melhoradas e o papel do aumento da produtividade agrária.

 

Referiu, igualmente que o evento realiza-se numa altura em que muitos moçambicanos estão a recuperar-se das calamidades que assolaram os campos e produção, o gado e outros bens indispensáveis na sua actividade social e económica, tendo reiterado a solidariedade do Governo para com as vítimas e para com todos outros que foram afectados de forma directa e indirecta pelas cheias e inundações que assolaram parte do país no início do ano de 2013.

 

Mais adiante, o Presidente da República, reiterou que a agricultura é a base de desenvolvimento da nação moçambicana por isso tem estado no centro dos programas da governação e de desenvolvimento.

 

Por outro lado, referiu que a actividade agrária, constitui uma fonte de renda e base de segurança alimentar e nutricional para a maioria do povo moçambicano e abastece igualmente os mercados urbanos, o consumo e a indústria.

 

Entretanto, o peso da agricultura na economia de Moçambique, é sublinhado pelo facto de cerca de 88% dos agregados familiares praticarem esta actividade e emprega mais de 81% da população activa e em consequência disso o sector agrário contribui com cerca de 25% para o Produto Interno Bruto (PIB). Este facto, explica-se pelo seu papel transversal no desenvolvimento nacional e que esteja plasmado de forma cristalina na máquina governativa.pnisa membros

 

O Presidente da República, sublinhou ainda que a mais de uma década e meio, a agricultura tem sido um factor de crescimento económico graças aos produtores agrários apoiados com um dispositivo de políticas correctas, atempadas e sustentáveis, tendo se conseguido atingir a auto-suficiência nas culturas da mandioca e passou-se a exportar produtos agrários não tradicionais, tais com, a banana para a vizinha África do Sul, o açúcar para a Europa, bem como o feijão bóer e o gergelim para a Ásia.

 

Acrescentou ainda que o programa dos 7 milhões, introduzido no país é parte integrante dos resultados mencionados.

O Presidente da República, referiu também que as recentes descobertas dos recursos naturais como o gás e o carvão, vai a médio e longo prazos ter um grande impacto em diferentes sectores da economia moçambicana como demonstra um dos primeiros sinais na actualidade. Porém estas descobertas não poderão desfocar a atenção prestada ao sector agrário nem poderão confiscar a prioridade conferida ao melhoramento das tecnologias agrárias tendo em vista o aumento da produtividade agrária no contexto da luta contra a pobreza a agenda da actualidade do Governo de Moçambique. Deste modo a agricultura entra numa relação simbiótica com recursos naturais para assegurar a viabilização da sua exploração. Entretanto, a exploração destes mesmos recursos deve induzir ao crescimento da produção e naturalmente ao aumento da produtividade, gerando mercados sustentáveis e criando condições de financiamento bancário da actividade agrária e a geração e transferência das tecnologias agrárias.

 

Segundo, PR, é ao redor da agricultura que se desenvolvem outros sectores da economia nacional. Com efeito, cabe ao sector agrário providenciar a segurança alimentar e nutricional aos engenheiros e doutores, médicos e enfermeiros, aos produtores e monitores, bem como aos investidores e trabalhadores quer na indústria, quer nas outras áreas que se desenvolvem em razão e em apoio a existência da exploração do gás, do carvão e de outros recursos naturais.

Pretende-se no entanto continuar com essa complementaridade e simbiosidade entre a produção agrária e exploração de recursos minerais à extensão e largura do território. Reiterou que os sectores com responsabilidade no crescimento económico com uma média de 7% ao longo de uma década e meio e actualmente impulsionadas com os recursos naturais continuaram nas atenções do Governo de Moçambique.

O Governo de Moçambique aprovou em Maio de 2011 o Plano Estratégico de Desenvolvimento do Sector Agrário de modo a conferir maior visibilidade ao sector agrário na economia, com um horizonte temporal de 10 anos, que surge como um quadro orientador e instrumento harmonizador e mobilizador de sinergias para impulsionar o desenvolvimento agrário em respora ao desafio que se colocou aquando do lançamento da Estratégia da Revolução Verde e tendo em vista impulsionar a produtividade tendo em atenção a melhoria da competitividade e o crescimento do sector agrário através do aumento de uso de tecnologias melhoradas, disponibilidade e melhoria na gestão de recursos hídricos, prevenção e combate de pragas e doenças, bem como no desenvolvimento de variedades melhoradas para o aumento do rendimento das culturas com alto valor nutritivo entre outros produtos agrários.

Neste quadro irá se prosseguir com as acções condutoras, na melhoria da gestão e uso sustentável dos recursos naturais entre eles a terra, a água e as florestas e continuar a desenvolver acções tendo em vista fortalecer as instituições relevantes dos sectores público e privado e da sociedade civil e ainda melhorar a coordenação inter e intra-institucional.

 

A terminar, o Presidente da República, Armando Emílio Guebuza, endereçou um convite ao sector privado nacional e estrangeiro a continuar a investir no sector agrário provendo tecnologias, financiamento e serviços de extensão, bem como desenvolvimento de mercados e integração dos pequenos produtores, tendo estendido esta mensagem aos parceiros de cooperação pelo apoio multiforme que tem concedido ao País.

 

 

 

 

Pesquisa

Imagens de campos

  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator

Prémio aos Melhores

italia02w

Moçambique distinguido pela FAO

"Pela Produtividade Agrária, Segurança Alimentar e Nutricional e Produção de Riqueza"

premio_melhores2014

_mg_8428v1

Você Poderá ser o Próximo Premiado!

Regulamento - Prémio Agricultura Para Jornalistas - 1ª Edição

Regulamento - Prémio Agricultura  para Jornalistas - 2ª Edição

Inquérito

O que acha do nosso site?
 

Notícias

capacitar técnicos Moçambiçanos em matérias de agroprocessamento

No quadro dos esforços que a DNEA (Direcção Nacional de Extensão Agrária) tem estado a desenvolver para responder estes desafios e através das relações de cooperação entre Moçambique e Japão, uma equipa composta por dez (8) técnicos do MASA, sendo um (1) da DNEA e sete (7) das províncias de Maputo, Gaza, Tete, Zambézia, Niassa, Cabo Delgado e Nampula, iram participar num curso de Desenvolvimento Rural pela Promoção Agrícola, entre os dias 12 de Agosto a 20 de Setembro do ano em curso, no Japão.

Ler Mais  
Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi encoraja Chefes de Postos Administrativos a integrar em múltiplas tarefas de desenvolvimento local, bem como assegurar o desenvolvimento da agricultura de forma integrada com recurso a novos métodos e técnicas

No âmbito da visita Presidencial, que Sua Excelência, Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, efectuou entre os dias 24 a 27 e de 28 a 31 de Julho de 2015 às Províncias de Manica e Tete respectivamente.

Extraido do Relatório de Visita do Chefe de Estado a Manica e Tete, apresentado na 21ª Sessão Ordinária do Conselho Consultivo do MASA

Ler Mais  
Parceiros da Cadeia de Produção da Banana discutem a Problemática da Doença do Mal de Panama

Instituto de Investigação Agrária de Moçambique em colaboração com a Direção Nacional de Agricultura e Silvicultura Reunem Parceiros da Cadeia de Produção da Banana sobre a doença do Mal de Panamá na Banana em Moçambique no Hotel VIP em Maputo no dia 13 de Agosto de 2015

Ler Mais  
Direcção Nacional dos Serviços Agrários Reunido na sua Nona Reunião Técnica

A Direcção Nacional dos Serviços Agrários do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar está reunida no Município de Moatize, Distrito do mesmo nome, Província de Tete na sua Nona Reunião Técnica Anual.

O encontro decorre de 08 a 10 de Julho, sob o Lema: Pela produtividade agrária, segurança alimentar e geração de riqueza, cujo propósito fundamental é de reflexão, harmonização e alinhamento dos mecanismos de implementação e operacionalização para a prossecução dos programas, planos e projectos do PEDSA/PNISA, com enfoque para o aumento da produção dos produtos agrícolas estratégicos, nomeadamente: arroz, hortícolas, mandioca, batata-reno, bem como algumas culturas de rendimento emergentes, como é o caso da cadeia de sementes, mecanização agrária, gestão de fertilizantes e aspectos fitossanitários.

Ler Mais  
A Direcção Nacional de Extensão Agrária Discute Melhoria dos Serviços em África

A DNEA realizou entre os dias 18 e 19 de Fevereiro passado um seminário sobre os Serviços de Extensão e Assistência Técnica em Moçambique, cujo objectivo do encontro visou o fortalecimento dos serviços de extensão e assistência técnica agrária e partilhar acções desenvolvidas para o estabelecimento de um Fórum Nacional sobre os Serviços de Extensão e Assistência Técnica Agrária.

Veja:

Experiências do AFAAS

Estabelecimento de Plataformas Nacionais

Ler Mais  
beylikduzu escort

Copyright © 2018 Ministério da Agricultura - Desenvolvido pelo CIUEM
hacklink hacklink satış wso shell wordpress free themes kalça büyültme hacklink/a> elektronik sigara Google