atasehir escort maltepe escort pendik escort maltepe escort alanya escort antalya escort konya escort tuzla escort kartal escort MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR Promove Debate Público sobre Desafios e Oportunidades do Sector para 2015 a 2019
zengin dul bayanlar zengin jigolo eskisehir escort Escort Antalya ankara escort ankara escort jigolo sitesi
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA E SEGURANÇA ALIMENTAR Promove Debate Público sobre Desafios e Oportunidades do Sector para 2015 a 2019 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

img_9355O Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar, promoveu um debate público de dois dias sobre os Desafios e Oportunidades do Sector para Produção e Produtividade Agrária, bem como a Segurança Alimentar e Nutricional no Pais no presente quinquénio.

Os escontros tiveram lugar nos dias 23 e 24 de Julho do ano em curso, no Centro de Internacional de Conferência Joaquim Chissano e reuniu entidades que directa ou indirectamente realizam actividades ligadas a este sector, nomeadamente: Empresas do ramo Agrário, Pecuário, Academias, sector da banca, representantes de associações de produtores e representantes de projectos ligados a agricultura e pecuária.

Neste escontro, foram convidados a uma reflexão conjunta, antigos Directores que durante longos e longos anos deram um contributo na causa do desenvolvimento agrário em Moçambique, tendo em conta que os seus prestes continuam valiosos para a actual conjuntura e das linhas estratégicas.

Entretanto o investimento no sector agrário será concentrado para doze (12) produtos estratégicos, nomeadamente: o arroz, o açucar, avicultura, algodão, banana, castanha, carne bovina, gergelim, legumes, mandioca, milho e soja, que Moçambique apresenta vantagens comparativas na região e no mercado internacional. Destes produtos as prioridades vão para 5 cadeias de valor onde o sector de agricultuimg_9343ra pretende desenvolver que é o arroz, milho, mandioca, avicultura e bovinicultura.

img_9376

Em paralelo o sector continua preocupado em desenvolver o capital humano e social, promoção do emprego sobretudo de jovens, de modo a garantir a produtividade e a competitividade da produção e assegurar a gestão sustentável dos recursos naturais e ambiente.

Dentro do capital humano e social, vai se privilegiar a educação nutricional e mudança de comportamento nutricional, capacitação dos pequenos produtores agrários, principais actores e administradores da produção através da expansão dos centros de formação, de investigação, disseminação e difusão de tecnologias.

Para garantir o aumento da produtividade e da produção será dada especial atenção a geração e transferência de tecnologias com img_9328destaque para a semente básica, cultura de tecidos, inseminação artificial, agricultura de conservação e produção de embriões.

Por outro lado serão estabelecidas incubadoras de desenvolvimento agrário no país, com recurso ao uso intensivo de máquinas e equipamentos de preparação e nivelamento de terras e estufas de produção de plântulas, assim como a melhoria da cobertura e oferta de serviços de apoio ao produtor.

Estes objectivos só serão atingidos com a implementação de medidas chaves como a redução do IVA nos projectos e empreitadas de obras hidráulicas, isenção de direitos aduaneiros na importação de insumos agrários, peças e sobressalentes de equipamento agrário assim como bens de capital do sector agrário produizidos localmente.

É importante também a estensão da taxa reduzida de 10% de IRPC para a agricultura até 2020, assim como a retirada da taxa de 2,5% na importação de fertilizantes e estabelecer sobretaxa para promover a produção, comercialização, agro-processamento e exportação de produtos agrários.

No sector de energia é extremanente fundamental a redução da taxa incidente sobre o gasóleo, redução em 10% o custo do quilowatt por hora de energia eléctrica de média tensão para as unidades de agro-processamento e melhoramento da qualidade desta.

Não menos importante, a necessidade de promover a construção, ou reabilitação de vias de acesso secundárias, terciárias e vicinais para facilitar o escoamento de produtos agrários, a construção de barragens de múltiplo propósito, como também a revisão do modelo de taxação de água para a agricultura e agroindústria.

Por outro lado viu-se a necessidade de eliminação da taxa rodoviária na exportação de produtos e redução dos custos de transporte de cabotagem e ferroviários para facilitar o escoamento.

A banca deve contribuir, criado facilidades para o acesso aos serviços financeiros, poupança, linhas especiais de crédito, seguro agrário e bonificação da taxa de juros, como também a promoção de fundo de garantia, banca móvel, microcrédito e crédito rural.

Durante os debates, os participantes mostraram-se optimistas quanto aos desafios, contudo o MASA deve prestar atenção especial na questão das taxas nos portos de cabotagem pois eles não oferem competitividade na comercialização.

A necessidade do sector criar mecanismos para ser economicamente viável, regulamentar o trabalho do extensionista, assegurar o controlo do comércio transfronteiriço para promover a produção interna.

A importância de introduzir preços preferenciais para a maior parte dos produtos agrários de modo a garantir o empenho dos produtores. Necessidade de tabela regulamentada de classificação de variedades de carnes de modo a motivar os criadores a investir nesta área.

Foi também referido a necessidade de uma agência de informação para divulgação de informação de interesse aos jovens, produtores e outros interessados nas zonas rurais e potenciar os Serviços Distritais de Agricultura e Segurança Alimentar com base de dados sobre as reais necessidades de produção de cada local.

 

Pesquisa

Imagens de campos

  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator

Prémio aos Melhores

italia02w

Moçambique distinguido pela FAO

"Pela Produtividade Agrária, Segurança Alimentar e Nutricional e Produção de Riqueza"

premio_melhores2014

_mg_8428v1

Você Poderá ser o Próximo Premiado!

Regulamento - Prémio Agricultura Para Jornalistas - 1ª Edição

Regulamento - Prémio Agricultura  para Jornalistas - 2ª Edição

Inquérito

O que acha do nosso site?
 

Notícias

capacitar técnicos Moçambiçanos em matérias de agroprocessamento

No quadro dos esforços que a DNEA (Direcção Nacional de Extensão Agrária) tem estado a desenvolver para responder estes desafios e através das relações de cooperação entre Moçambique e Japão, uma equipa composta por dez (8) técnicos do MASA, sendo um (1) da DNEA e sete (7) das províncias de Maputo, Gaza, Tete, Zambézia, Niassa, Cabo Delgado e Nampula, iram participar num curso de Desenvolvimento Rural pela Promoção Agrícola, entre os dias 12 de Agosto a 20 de Setembro do ano em curso, no Japão.

Ler Mais  
Presidente da República, Filipe Jacinto Nyusi encoraja Chefes de Postos Administrativos a integrar em múltiplas tarefas de desenvolvimento local, bem como assegurar o desenvolvimento da agricultura de forma integrada com recurso a novos métodos e técnicas

No âmbito da visita Presidencial, que Sua Excelência, Filipe Jacinto Nyusi, Presidente da República de Moçambique, efectuou entre os dias 24 a 27 e de 28 a 31 de Julho de 2015 às Províncias de Manica e Tete respectivamente.

Extraido do Relatório de Visita do Chefe de Estado a Manica e Tete, apresentado na 21ª Sessão Ordinária do Conselho Consultivo do MASA

Ler Mais  
Parceiros da Cadeia de Produção da Banana discutem a Problemática da Doença do Mal de Panama

Instituto de Investigação Agrária de Moçambique em colaboração com a Direção Nacional de Agricultura e Silvicultura Reunem Parceiros da Cadeia de Produção da Banana sobre a doença do Mal de Panamá na Banana em Moçambique no Hotel VIP em Maputo no dia 13 de Agosto de 2015

Ler Mais  
Direcção Nacional dos Serviços Agrários Reunido na sua Nona Reunião Técnica

A Direcção Nacional dos Serviços Agrários do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar está reunida no Município de Moatize, Distrito do mesmo nome, Província de Tete na sua Nona Reunião Técnica Anual.

O encontro decorre de 08 a 10 de Julho, sob o Lema: Pela produtividade agrária, segurança alimentar e geração de riqueza, cujo propósito fundamental é de reflexão, harmonização e alinhamento dos mecanismos de implementação e operacionalização para a prossecução dos programas, planos e projectos do PEDSA/PNISA, com enfoque para o aumento da produção dos produtos agrícolas estratégicos, nomeadamente: arroz, hortícolas, mandioca, batata-reno, bem como algumas culturas de rendimento emergentes, como é o caso da cadeia de sementes, mecanização agrária, gestão de fertilizantes e aspectos fitossanitários.

Ler Mais  
A Direcção Nacional de Extensão Agrária Discute Melhoria dos Serviços em África

A DNEA realizou entre os dias 18 e 19 de Fevereiro passado um seminário sobre os Serviços de Extensão e Assistência Técnica em Moçambique, cujo objectivo do encontro visou o fortalecimento dos serviços de extensão e assistência técnica agrária e partilhar acções desenvolvidas para o estabelecimento de um Fórum Nacional sobre os Serviços de Extensão e Assistência Técnica Agrária.

Veja:

Experiências do AFAAS

Estabelecimento de Plataformas Nacionais

Ler Mais  
beylikduzu escort

Copyright © 2018 Ministério da Agricultura - Desenvolvido pelo CIUEM
hacklink hacklink satış wso shell wordpress free themes kalça büyültme hacklink/a> elektronik sigara Google