Prognóstico da Estação Chuvosa Versão para impressão

arroz_chokwe_2012.1O Prognóstico da Estação Chuvosa divulgado pelo Instituto Nacional de Meteorologia (INAM) tem como objectivo disponibilizar informação atempada sobre a previsão do comportamento da chuvas no período de Outubro a Dezembro e de Janeiro a Março de cada ano. Tendo em conta a importância da estacão chuvosa no desempenho do Sector Agrário, o MINAG concebeu a respectiva interpretação para a agricultura.

 

Segundo o prognóstico dilvulgado pelo INAM, indica que em toda região Sul do País, e região Centro, nas províncias de Manica, Sofala, sul de Tete e grande parte da Zambézia, espera-se a ocorrência de chuvas normais com tendência para abaixo do normal. Na região Norte, incluindo as regiões planáltica de Tete e da alta e média Zambézia, espera-se a ocorrência de chuvas normais com tendência para acima do normal.

 

No entanto, nas regiões Centro e Norte do País, espera-se a ocorrência de chuvas normais com tendência para acima do normal e em toda região Sul, espera-se a ocorrência de chuvas normais com tendência para abaixo do normal.


Em termos de satisfação e cobertura hídrica, o mesmo relatório aponta para Zona Norte probabilidades muito baixas (até 50%) de satisfação hídrica das culturas, na faixa costeira da província de Cabo Delgado. Para a província de Nampula, probabilidades moderadas (até 70%). A província de Niassa apresenta probabilidades altas (70 à 100%) de satisfação das necessidades hídricas das culturas.

 

O Centro: Apresenta probabilidades muito baixas (até 50%) de cobertura das necessidades hídricas das culturas, na província de Tete e probabilidades moderadas (até 70%), nas províncias de Manica, Sofala e Zambézia. E finalmente o Sul: Apresenta probabilidades muito baixas (até 50%) de cobertura das necessidades hídricas das culturas.

 

Interpretação para a Agricultura no Período Janeiro-Fevereiro-Março (2013)

 

Norte: probabilidades altas a muito altas (>> 100%) de satisfação das necessidades hídricas, com destaque para a província de Nampula. Possibilidades de ocorrência de situações de inundações em zonas lozalizadas;

 

Centro: melhoria significativa, com probabilidades altas (> 100%) de satisfação das necessidades hídricas com destaque para as províncias de Manica, Sofala e Zambézia, prevendo-se a ocorrência de inundações em zonas localizadas.

 

Sul: Probabilidades moderadas (até 70%), de cobertura das necessidades hídricas das culturas, com excepção dos distritos ao norte de Inhambane e Gaza, onde as necessidades hídricas das culturas poderão estar cobertas até 80%.

 

Pacote de Recomendações Agro-técnicas para a Campanha 2012/13

 

Face esta situação, o Ministério da Agricultura, através da Direcção Nacional dos Serviços de Veterinária, emitiu um mpacote de recomendações a serem seguidas pelos agricultores no sentido de mitigar e acompanhar o prognóstico acima referido.

 

Na área de sementes, para a região Sul, a sementeira na base de ocorrência duma 2ª chuva no intervalo duma década, com variedades de ciclo curto e tolerantes a “stress” hídrico; assim como o aproveitamento máximo e integral das zonas baixas e húmidas, nos dois períodos (OND e JFM) com variedades de ciclo curto, principalmente as hortícolas.

 

Para a região Centro prevê-se uma sementeira normal, principalmente na 3ª década de Novembro, usando variedades de ciclo médio e longo. E para a região Norte, recomenda-se sementeira normal (1ª década de Dezembro), com excepção da província de Niassa, em que a sementeira pode ser antecipada, devido a tendência das chuvas no período (OND).

 

Outro destaque, segundop a DNSA, para a região Sul, nos dois períodos (OND e JFM ), deve-se prever a realização de prospecções e monitoria do Pardal-de-bico vemelho, nas baixas do rio Limpopo, regadio de Chókwè, distritos de Chicualacuala e Massangena.